O novo varejo - Revista Anamaco

Ecomac Sul 2019

O novo varejo

Texto: Redação Revista Anamaco

O novo varejo” foi o assunto escolhido por Rubens Sant´Anna, professor da ESPM Sul, para apresentar para os cerca de 450 participantes do Encontro dos Comerciantes de Material de Construção (Ecomac Sul), que acontece até amanhã, no Dall´onder Grande Hotel, em Bento Gonçalves (RS).
O palestrante iniciou sua palestra dizendo que não tinha a receita para cada revendedor implementar em sua loja e que não tinha a pretensão de ensiná-lo como “tocar” seus negócios, mas reforçou que os empresários, sejam do ramo que forem, devem sair da zona de conforto e experimentar o novo.
Ele lembrou que depois de 2007, com a chegada dos iphones ao mercado, o mundo mudou. “A loja física é muito importante, mas sozinha não consegue sobreviver nesse mundo novo que surgiu”, frisou.
Na sua avaliação, vivemos uma era única na história da humanidade porque temos inteligência artificial, realidade virtual aumentada, internet das coisas, impressoras em 3D, assistentes de voz, carros autônomos e robótica. “Vivemos uma revolução sem precedentes”, completou.
Nesse novo momento, os revendedores já estabelecidos passam a ter outros concorrentes. Sant´Anna lembrou que a tecnologia permite que qualquer um possa empreender e abrir uma loja virtual, sendo uma nova opção de escolha aos consumidores, que já mudaram em seus comportamentos e, agora, estão alterando suas formas de comprar.

                      
O ambiente digital, cada vez mais forte, exige um novo posicionamento das empresas, que não podem apostar apenas em preço para tirar o cliente do conforto de sua casa para ir até um ponto de venda físico comprar.  “A loja física deve oferecer algum diferencial. Se a estratégia de competição é apenas preço, a loja não vai ganhar da internet”, garantiu.
Na sua percepção o que leva um consumidor à loja é o calor humano, mas para que ele exista é preciso haver um funcionário motivado que, por sua vez, só se sente motivado se perceber que não é apenas um colaborador, mas que faz parte do negócio.
O palestrante destacou, ainda, que os empresários devem usar a inteligência artificial a seu favor para entender o comportamento e os anseios dos clientes. Sant’Anna explicou os revendedores devem investir no novo. “O lojista tem de ter foco. Saber o que é o negócio, consertar os erros e tentar sempre fazer algo diferente”, frisou.
Durante sua apresentação, o professor deu exemplos bem sucedidos de empresas na China e nos Estados Unidos, que estão apostando na digitalização para proporcionar uma nova experiência de compra para seus clientes e deu dicas de como manter a atratividade das lojas físicas em um mundo cada vez mais digital.

A cobertura completa do Ecomac Sul e da palestra estará disponível na edição 310 da Revista Anamaco impressa

Fotos: Grau 10 Editora

 

 

O novo varejo
Compartilhe esse post:

Comentários